Mirim se une às juventudes latino-americanas e caribenhas para fundar o FLACJ

0

Entre os dias 12 e 15 deste mês de abril jovens representantes de movimetos e organizações de juventudes da América Latina, Caribe e Europa estiveram reunidos na cidade de Quito, Equador, para fundar o Fórum Latino-Americano e Caribenho de Juventudes (FLACJ). O Movimento Infantojuvenil de Reivindicação (Mirim Brasil) esteve representado pela sua presidenta, Sylvia Siqueira Campos. O fórum visa congregar e fortalecer plataformas, movimentos e organizações juvenis que lutam por maior participação e direitos na América Latina e no Caribe.

A ideia surgiu após diálogo entre o Espaço Iberoamericano de Juventude (EIJ), que congregava organizações da América Latina, Caribe, Portugal e Espanha; e o Fórum Latino-Americano de Juventudes (FLAJ), cujas atividades se iniciaram há 23 anos. Após dois anos de diálogo, as duas entidades decidiram fundir-se sob a sigla FLACJ. Os ibéricos Portugal e Espanha compõem o fórum sem direito à voto, mas colaborando com o FLACJ.

A diretoria do FLACJ está composta por APDENA (ARG), IFM-SEI/Mirim (BRA), YUSI (MÉX), Consejo Nacional de Juventud (PAN), CRYC (Caribe) e a Central Sindical de las Américas (Costa Rica).

A diretoria do FLACJ está composta por APDENA (ARG), IFM-SEI/Mirim (BRA), YUSI (MÉX), Consejo Nacional de Juventud (PAN), CRYC (Caribe) e a Central Sindical de las Américas (Costa Rica).

 

De acordo com Sylvia, “o objetivo do fórum é ser uma plataforma de empoderameto das juventudes da América Latina e do Caribe, dando visibilidade às lutas e às iniciativas juvenis desenvolvidas nos seus territórios”. “O FLACJ dará continuidade às lutas do FLAJ, articulando as agendas por mudança social, baseada em emancipação, liberdade e democracia na região”, pontua.

A eleita para a presidência do FLACJ foi a organização que até então ocupava o mesmo posto no FLAJ, a argentina Associació para la Promoción de los Derechos del Niño y del Adolescente (APDENA), represetada por Malena Famá. São responsáveis pelos demais cargos da diretoria do FLACJ: o International Falcon Movement – Socialist Educational Internacional (IFM-SEI), ocupando a Secretaria Geral e representado por Sylvia Siqueira Campos, presidenta do Mirim Brasil; a Unión Internacional de Juventudes Socialistas (YUSI), ocupando a Vice-Presidência de Desenvolvimento Institucional e representada pela mexicana Zac Mukuy; o Consejo Nacional de Juventud de Panamá, ocupando a Vice-Presidência de Comunicação e representado por Jaime Luna; o Caribbean Regional Youth Council (CRYC), ocupando a Vice-Presidência de Cooperação e representado por Timothy Ferdinand; e a Central Sindical de las Américas (CSA), ocupando a Vice-Presidência de Ação Política e representada por Marcelo Alvarenga.

Share.

About Author

Foto de perfil de Vinícius Sobreira

Leave A Reply

Pular para a barra de ferramentas