MIRIM participa da 17ª Universidade sobre Juventude e Desenvolvimento

0

Evento focou na construção coletiva de aprendizado com pessoas do mundo todo

Sete dias intensos de aprendizagem, diálogo intercultural e recarga de energias. Assim foi a 17ª edição da Universidade sobre Juventude e Desenvolvimento, evento realizado na Espanha, na cidade de Mollina, conhecida como “a capital das juventudes”, de 18 a 25 de setembro. O evento que reúne jovens de todos os continentes foi um espaço de treinamento para jovens, seguindo o método de educação horizontal, global e participativo.

Mais uma vez a Universidade contou com a participação de membros do Mirim Brasil e do FLACJ, Camila Borges e Thales Silva de Oliveira,  que participaram da formação em educação global, no 5º Educação Global e Treinamento para Jovens Multiplicadores (5th Global Education and Youth Training Course for Youth Multipliers). Este curso tem, entre muitos outros objetivos, o de “refletir sobre papéis individuais e coletivos de organizações da juventude na promoção e contribuição para processos de consolidação democrática nos níveis locais e globais”, explica Thales. Os dois voltam para o Recife com muita informação e energia para fortalecer a luta local.

“A construção do conhecimento é muito diferente do que eu já tive no Recife e no Brasil. É uma educação não formal, uma construção coletiva, uma interação”, disse Camila, que atuou no evento como trainee. Já Thales participou como junior trainer, fazendo parte do time pedagógico, também trazendo consigo uma grande carga de conhecimentos: “Foram dias de muita construção e desconstrução, muito aprendizado. Volto pra casa querendo estudar ainda mais sobre educação global e não formal”, comentou.

Na Universidade, eles atuaram também nas sessões ligadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), uma iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) com 17 objetivos de transformação, como erradicação da pobreza, igualdade de gênero e educação de qualidade. “Fiz uma certa questão de me colocar mais na parte da ODS. A rotina foi de muito trabalho, muitas discussões para construção das sessões de formação”, explicou Thales.

“Uma coisa que eu percebi é que nós, como latinamericanos, precisamos fortalecer uma unidade, como os europeus e os africanos. Precisamos trazer essa identidade, ocupar esses espaços”, explicou Camila, que ainda destacou o papel da mulher na edição da Universidade deste ano: “Os europeus ainda eram maioria participando, mas fiquei emocionada ao perceber que as mulheres foram protagonistas do evento”.

Sobre a atuação do Mirim Brasil: “Nós atuamos como interconectores a fim de reproduzir tudo o que aprendemos [na Universidade]na esfera local”, comentou Thales. Ele enfatiza a importância de fortalecer parcerias, inclusive pensando numa edição latinoamericana da Universidade, seguindo o exemplo da África. Camila ainda comentou sobre a importância da luta da ONG: “A gente, enquanto membros no Mirim, percebe que está no caminho certo, que a nossa luta é válida”.

17th University on Youth and Development (UYD)
Iniciado em 2000, a Universidade é uma atividade organizada pelo North-South Centre of the Council of Europe (NSC), órgão do Conselho da Europa, em parceria com o Governo da Espanha e o Instituto de la Juventud (INJUVE), o European Youth Forum (YFJ), o Consejo de la Juventud de España (CJE), o Foro Latinoamericano y Caribeño de Juventudes (FLACJ) e diversas outras organizações internacionais de juventude.

Share.

About Author

Foto de perfil de Mariana Nântua

Leave A Reply

Pular para a barra de ferramentas