Jovens ocupam ruas do centro do Recife pelo direito de viver

0

Cerca de 2.000 pessoas, a maioria jovem, de várias regiões de Pernambuco foram às ruas no Recife, no dia 11 de agosto, véspera do Dia Internacional da Juventude.

O ato foi organizado pelo Fojupe (Fórum das Juventudes de Pernambuxo), do qual o Mirim Brasil faz parte, e teve como tema principal “Jovens pelo direito de viver”, em protesto contra a alta taxa de homicídios de jovens no Estado.

A concentração ocorreu à tarde no parque 13 de Maio, na área central da capital pernambucana. De lá, crianças, adolescentes, jovens e também adultos seguiram em caminhada pelas principais vias do centro até a sede da Vice-Governadoria do Estado, no bairro de Santo Amaro.

“[Esse local] é conhecido por ser ponto de prostituição e venda de drogas. Um lugar que simboliza bastante a violência sistêmica contra os jovens, principalmente negros”, afirma Nina Moura, jovem militante do Mirim Brasil.

Ao longo do percurso, houve apresentações culturais e intervenções sobre outras bandeiras da mobilização: o direito à mobilidade, o combate ao feminicídio e ao extermínio da juventude negra, juventude e agroecologia, não à reforma do ensino médio e contra a reforma trabalhista.

Durante a manifestação, os organizadores distribuíram panfletos para pedestres, passageiros do transporte público e motoristas.

“O ato foi protagonizado pela juventude. Os jovens organizaram, os jovens se mobilizaram, os jovens fizeram discursos e intervenções. É primordial que a gente não perca esse laço [que foi construído]com as organizações que fizeram esse ato”, destaca Filipe Antonio Araújo, um dos representantes do Mirim Brasil no Fojupe.

Dia Internacional da Juventude

12 de agosto é o Dia Internacional da Juventude. A data foi criada por resolução da  Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas) em dezembro de 1999.

Share.

About Author

Foto de perfil de Fabi Maranhão

Jornalista-militante, feminista e vegana.

Leave A Reply

Pular para a barra de ferramentas