Como atuamos

A base metodológica do MIRIM está na participação de crianças, adolescentes e jovens na tomada de decisão democrática e na autonomia da construção de suas identidades como agentes políticos de transformação social. Nosso projeto político-metodológico visa despertar o senso crítico e promover o diálogo, num processo de reflexão e construção coletiva.

As atividades cotidianas são realizadas para e com as diferentes partes envolvidas. Crianças e jovens participam da criação, desenvolvimento e avaliação dos projetos voltados para a efetivação dos seus direitos. As comunidades, através das entidades representativas, propõem soluções estratégicas para enfrentar a situação de vulnerabilidade social e as violações de direito. Todas as pessoas e grupos são motivados a participar de conselhos, fóruns, redes e campanhas, ampliando a participação da sociedade civil no espaço público e a efetivação da cidadania.

No intuito de globalizar os direitos das crianças, o MIRIM participa de conselhos de direitos e desenvolve ações em articulação com redes e fóruns, e realiza programas e projetos com instituições públicas e privadas, nacionais e internacionais, em diversas atividades que reforçam o compromisso com a dignidade humana.

Nossa ação busca:

I. Incentivar a participação direta de crianças, adolescentes e jovens no processo de tomada de decisão, bem como incentivar a participação deles e delas nos espaços políticos.

II. Aglutinar pessoas em lutas comuns por direitos de crianças, adolescentes e jovens.

III. Criar um ambiente de educação em direitos humanos, paz e democracia na sociedade em geral, enfrentando as estruturas das desigualdades e incentivando a cidadania ativa.

IV. Realizar estudos que fortaleçam a luta por direitos humanos, paz e democracia.

V. Desenvolver ações estratégicas de comum interesse com entidades das sociedades civis de todos os continentes, em especial da África, América Latina e Ásia;

VI. Tornar públicas e transparentes as relações com associados(as), colaboradores(as) e instituições parceiras, mantendo a independência e autonomia do Movimento.

Pular para a barra de ferramentas